1Tamanho de letra 


O objectivo da Associação é sensibilizar os homens para a necessidade de um exame periódico da Próstata a partir dos 45/50 anos de idade

A Prevenção Precoce é muito importante na Detecção e Tratamento com Sucesso do Cancro na Próstata

Não deixe para mais tarde! Por favor!


Saiba como prevenir e como se tratam os problemas da próstata

A próstata é uma glândula que rodeia a uretra, está localizada abaixo da bexiga e na parte da frente do reto. Por alturas da puberdade, ela cresce até às dimensões normais do adulto; é importante para a fertilidade, mas, ao contrário do que dizem muitos preconceitos, a potência sexual não depende dela. As três principais situações associadas à próstata são: a hipertrofia benigna da próstata (HBP), habitualmente presente nos homens de 50 a 60 anos e crescendo em percentagem em idades superiores; o cancro da próstata, tumor maligno que pode disseminar-se e invadir outros locais do organismo, podendo levar à morte se não for tratado atempadamente (felizmente, é um cancro que tende a regredir graças a terapêuticas introduzidas nas últimas décadas); a prostatite, inflamação causada geralmente por uma infeção (como sintomas podem surgir dores e desconforto no baixo ventre, ardor ao urinar, pode requerer um tratamento de longa duração).

A próstata no corpo humano

É preciso vigiar regularmente o estado da próstata, os médicos recomendam que essa regularidade comece cerca dos 45 anos, mesmo que não haja quaisquer sintomas; através de uma análise ao sangue, deteta-se o seu antigénio específico (PSA), e de uma avaliação médica. A HBP corresponde a um aumento de volume, não tem caraterísticas malignas embora provoque sintomas incómodos, conforme tiver sido o crescimento e a compressão que a próstata exerce sobre a uretra (canal que leva a urina para a bexiga). Esta compressão provoca os sintomas caraterísticos da HBP que podem os seguintes: dificuldade em iniciar a micção; jato de urina fino e fraco; maior esforço para urinar; redução da força da urina; paragem a meio da micção e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

A partir dos 50 anos, quando consultar o urologista, não se admire que ele lhe faça três perguntas sacramentais: Quantas vezes urina durante o dia? Como vai o seu jato urinário? Tem queixas quando urina? Através dos sintomas típicos, e mediante um exame físico de palpação da próstata por via retal, o médico está em condições de confirmar se existe um aumento do seu volume, mas há ainda outros testes que se podem mandar fazer: medição do volume de urina retido na bexiga após micção e ecografia que mede o volume da próstata. O seu médico certamente que definirá a necessidade ou não de terapêutica, se há efeitos secundários e os cuidados a ter com a toma de medicamentos – toda e qualquer forma de automedicação está desaconselhada.

Os profissionais de saúde poderão dar-lhe recomendações para melhorar o seu bem-estar quando sofre de HBP, é o caso de: não estar muito tempo seguido sentado, convindo levantar-se de 90 em 90 minutos; urinar logo que tenha vontade; manter atividade sexual regular, não há tabu; moderar o consumo de bebidas alcoólicas; evitar beber líquidos algumas horas antes de se deitar.

Recorde-se que as doenças de que temos estado a falar têm duas efemérides que lhes estão associadas: a 29 de janeiro, comemora-se o Dia da Incontinência Urinária e a 20 de maio o Dia da Próstata. Para mais informações recomenda-se o contato da Associação Portuguesa de Doentes da Próstata: mail apdp-portugal@apdp-portugal.pt e telefone 918 075 035.

Mário Beja Santos


COVID-19 e Doença Oncológica

A equipa do projecto europeu UM Cure 2020 (financiado pelo programa Horizonte 2020) da Fundação Champalimaud, em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Oncologia, desenvolveu uma brochura sobre COVID-19 e doença oncológica, que gostaríamos de partilhar convosco.

 


De Mulher para Mulher

O Homem que sofre de doença da próstata vê-se afectado numa parte muito sensível do seu corpo e como se isso não fosse suficiente, essa parte fica numa zona intrinsecamente ligada à condição masculina.

Na esmagadora maioria dos casos, as Mulheres mais próximas de doentes da próstata – esposas, companheiras, filhas, amigas – acabam por sofrer em conjunto com o Homem os maus momentos decorrentes dalguma doença na próstata.

 

Assembleia Geral convocada
para 31-03-2020

Informa-se que foi suspensa sem nova data. Logo que oportuno faremos nova Convocatória"


Uma noz dura para partir!

A Próstata de um homem pode ser tão pequena como uma noz, mas isso não significa que deve ser ignorada!

Estima-se que um em cada sete homens enfrentará alguma forma de cancro de próstata ao longo de sua vida. A maioria desses cancros de próstata são de baixo risco, evoluindo lentamente e raramente necessitando de tratamento ou mesmo tornando-se fatal. No entanto, os cancros de médio e alto risco requerem atenção imediata assim que forem descobertos. O tratamento precoce é essencial antes de o cancro progredir em metástase, o que pode ter consequências fatais. Estas formas precoces de cancro muitas vezes podem não ter sintomas, por isso é essencial ser vigilante. Todos os homens a partir de 45 anos devem falar ao seu médico sobre um teste de sangue chamado PSA. O resultado deste simples teste pode fornecer indicação da saúde da próstata e se mais testes são necessários.

 


O Cancro da próstata é o primeiro cancro mais diagnosticado nos homens
Conheça os fatos e tome uma atitude precoce

O que é cancro da próstata?

A Próstata é uma glândula que faz parte do aparelho reprodutor do homem, contribuindo para a formação da testosterona e do esperma. É constituída por um corpo do tamanho de uma castanha com o peso aproximado de 20 gramas na fase de jovem adulto, que se situa na parte inferior da bexiga e se dispõe, em anel, contornando o canal uretral, com comunicação com os testículos. .O cancro da próstata ocorre quando algumas das células da próstata se reproduzem muito mais rápido do que o normal, resultando em um tumor. Se não for tratado, as células do cancro de próstata podem eventualmente espalharem-se e invadir partes distantes do corpo, particularmente os ossos, produzindo tumores secundários em um processo chamado de metástase. Um dos aspectos mais preocupantes da doença é que a maioria dos cancros da próstata desenvolvem-se sem sintomas nos estágios iniciais.

Por isso, siga o nosso conselho: a partir do 45/50 anos de idade faça um exame anual á sua próstata ou no mínimo o teste PSA. Informe-se junto do seu médico.

 


Informações ao público no site da Associação Portuguesa de Urologia

As patologias que podem surgir nos homens adultos relacionadas com a próstata podem ir desde uma infecção local, que na maioria dos casos pode ser facilmente tratada até uma situação bem mais grave como o cancro, que normalmente precisa de cuidados médicos especializados tais como os de urologia, oncologia e radiologia que são os mais comuns. A procura de informações na Internet sobre as doenças na próstata tem vindo a aumentar, em resposta ao esforço que a nossa Associação e outras entidades têm desenvolvido para chamar a atenção dos homens acima dos 40 anos de idade para a necessidade premente de fazerem regularmente um exame específico à próstata junto do seu médico de família ou outro. Está amplamente provado que o diagnóstico precoce (bem no início do problema) do cancro na próstata pode conduzir a um tratamento com sucesso na maioria dos casos. Ao contrário, o diagnóstico tardio do cancro na próstata pode dificultar muito o seu tratamento e cura, sendo frequentemente a razão dos óbitos provocados por esta doença.

Para corresponder a essa necessidade crescente de informações a APU – Associação Portuguesa de Urologia, desenvolveu um conjunto de informações de acesso e leitura fácil e compreensível ao publico em geral. Recomendamos vivamente a sua consulta através do site www.apurologia.pt